As consequências da obesidade

As consequências da obesidade começam pela eminente perda de qualidade de vida, já para não falar que se traduz igualmente num enorme custo em termos pessoais. Não é nada agradável ter de acordar todas as manhas, com a nítida sensação que ao sair à rua, todas as pessoas irão reparar em si, ou ter a certeza de que se cansará até à exaustão ao subir aquele lance de escadas, ou de ter a percepção de que o seu estado de saúde se deteriora rapidamente.

Viver com as consequências da obesidade


Esta não será certamente a melhor forma de começar o dia. Do ponto de vista físico, o problema e consequências de uma obesidade estão associadas à diminuição das capacidades funcionais, tais como: andar meia dúzia de metros, recolher objectos do chão, calçar ou atar sapatos, subir escadas, sair da cama ou levantar uma cadeira. Este grande problema do século XXI está igualmente associado a varias problemas graves de saúde como hipertensão arterial, aumento da prevalência de diabetes ou de doenças articulares, apneia de sono ou cancro, aumentando assim os níveis de dor, de mortalidade, de morbilidade ou problemas psicológicos.
gordura na barriga imagens
No que respeita a questões de foro psicológico, o excesso de peso, afecta a imagem que se tem do próprio corpo, desvalorizando assim a auto-imagem e auto-estima que como consequência poderão causar problemas a nível de ansiedade, de depressão, de diminuição de bem-estar e de inadequação social.
pesar na balança imagem
A crescente pressão social que se verifica relativamente ao corpo ideal, firme, magro, bem tonificado e esbelto, acaba por provocar um afastamento social por parte da pessoa obesa, isolando-se assim de actividades sociais, surgindo muitas das vezes dificuldades nos relacionamentos sociais, familiares e profissionais. Estas são de facto as consequências mais importantes e directas do problema da obesidade.

Sem Comentarios


Comenta

Tem de estar logado para comentar.


Web Stats